Marketing Jurídico: Vale a pena investir?
Marketing Jurídico: Vale a pena investir?
Um dos maiores desafios de qualquer mercado é conseguir clientes novos e fazer com que os clientes atuais voltem a fazer negócios com a sua empresa, mas o marketing jurídico pode ser a sua solução.

O marketing tem exatamente essa função: trazer novos clientes em potencial, os tão precisos leads, bem como manter uma relação com as pessoas e empresas já clientes para que elas comprem de você novamente, porém, em alguns mercados, existem algumas barreiras que dificultam o contato com clientes.

Esse é o caso do mercado jurídico, onde o conselho de classe responsável por regulamentar e fiscalizar o exercício dos advogados, a OAB (Ordem dos Advogados), proíbe diversos métodos de prospecção de clientes.

Mas isso não significa que os escritórios de advocacia e advogados autônomos devem ficar parados e aguardar que clientes apareçam na sua porta. Para que consigam clientes é preciso que esses escritórios de advocacia e advogados tenham um bom marketing jurídico e abaixo falaremos tudo que você precisa saber sobre esse segmento e como conseguir mais clientes nesse mercado.

O que é marketing jurídico?

Em poucas palavras, marketing jurídico é um conjunto de estratégias e ações focadas no mercado jurídico que não infrinjam os limites impostos pela OAB. É uma etapa importantíssima no sucesso de qualquer escritório de advocacia ou na formação da carreira de um advogado autônomo.

Essas estratégias e ações focam em mostrar o trabalho do advogado (e do escritório onde ele trabalha) para o mundo, deixando claro o valor e importância do seu trabalho, assim conseguindo cada vez mais clientes.

De modo geral, a OAB proíbe que o exercício da advocacia seja tratado de forma estritamente comercial e que o advogado faça a venda direta de seus serviços através da persuasão do cliente a contratá-lo, porém existem formas de trabalhar a comunicação do advogado com seus clientes sem infringir essas exigências.

O marketing jurídico busca atrair clientes através da informação. O advogado educa seu público com artigos relevantes, notícias importantes, problemas jurídicos e seus desdobramentos e, em meio a esse tipo de conteúdo, associa a sua marca (seja ele autônomo ou um escritório de advocacia) e se promove dessa forma.

Assim, o advogado ou escritório de advocacia se torna referência nos assuntos tratados e passa a conquistar o respeito do público que, quando precisarem de serviços relacionados, saberão a quem buscar.

Tendo esse foco, o Código de Ética da OAB permite a captação de novos clientes inclusive através das redes sociais, por exemplo, desde que de forma moderada.

Marketing jurídico e a OAB

Antes o Código de Ética da OAB não previa o grande uso de marketing para prospecção e captação de clientes e o código abordava em poucos capítulos sobre a ideia de veiculação de “anúncios”.

Após a reforma, o novo Código de Ética trouxe um capítulo inteiro sobre o tema “publicidade” e afirma que “A publicidade profissional do advogado tem caráter meramente informativo e deve primar pela discrição e sobriedade, não podendo configurar captação de clientela ou mercantilização da profissão” no artigo 39.

Apenas com esse fragmento do Código já podemos perceber que a OAB já limitou o marketing para advogados e escritórios de advocacia a trabalharem de forma informativa e consultiva, limitando-se as práticas de marketing de conteúdo.

O advogado e seu escritório de advocacia não podem falar da sua marca, vender e divulgar seus serviços ou dados de contato de forma direta, mas pode criar conteúdos informativos e educacionais que atraiam a atenção, tornando-o conhecido e respeitado para que possa começar a gerar novas oportunidades de negócios indiretamente.

Investir em marketing jurídico vale a pena?

Resumindo: sim!

O marketing jurídico tem foco no que costumamos chamar de marketing de conteúdo, então todo material criado deve ter foco informativo e educacional e deve envolver os serviços que você e seu escritório prestam.

Esse conteúdo pode ser postado em forma de texto (artigos e publicações) em seu site e blog ou em blog de terceiros – aqui é válido ressaltar a importância de trabalhar a parte de assessoria de imprensa, auxiliando no processo de divulgação desse material – em postagens no Facebook, Instagram e LinkedIn ou mesmo em vídeos para YouTube e TikTok. Existem uma ampla possibilidade de pontos de contato com esses futuros clientes.

Se até agora você ainda não está sentindo confiança em investir em marketing jurídico, vamos à lista com alguns dos principais motivos para você investir em marketing jurídico:

Conquistar novos negócios

O “boca a boca” ainda é uma prática muito comum na aquisição de novos clientes para escritórios de advocacia e advogados autônomos, mas está longe de ser a melhor opção. Esse tipo de “marketing” tem uma limitação muito bem definida: as pessoas que você conhece e as pessoas que estão te indicando conhecem. Isso provavelmente é um universo bem pequeno e ainda compete com outros escritórios de advocacia e advogados, inclusive os que já trabalham o marketing jurídico deles.

Maior visibilidade e conquistar mais negócios

Implementar uma estratégia de marketing jurídico adequada permite que você atinja mais pessoas e conquiste um público mais propenso a fechar futuros negócios com você e o seu escritório.

Melhoria no relacionamento com o cliente

 A melhor forma de fidelizar um cliente é através do relacionamento com ele e criar conteúdo que seja interessante e relevante para ele cria uma ponte entre a sua empresa e esse cliente. As ações de marketing jurídico aproximam a sua marca do seu público e fazem com que a ela possa ser lembrada quando esse cliente precisar dos seus serviços.

Atingimento de objetivos e metas do escritório

Assim como o marketing convencional, o marketing jurídico é um investimento. É um investimento no crescimento e desenvolvimento da sua marca e do seu escritório de advocacia, bem como na carreira de todos os advogados envolvidos.

Esse investimento tem foco em novos clientes e novos negócios que, cada vez mais, aproximam o escritório do sucesso desejado.

Maior competitividade e presença no mercado

Marketing jurídico envolve muito a imagem dos advogados e do escritório de advocacia. As ações envolvidas acabam por deixar a empresa melhor apresentável aos clientes, deixando de ser escolhida pelo preço de seus honorários ou pela sorte.

Quanto melhor a estratégia de marketing jurídico aplicada, melhor será a imagem do seu escritório no mercado, tanto para seus clientes quanto para seus concorrentes.

Ganhar autoridade

Autoridade é uma palavra-chave no mercado jurídico. O marketing jurídico busca fazer com que os clientes venham até o seu escritório pelo seu renome e o conhecimento transmitido através dos meios de comunicação.

Como fazer um bom marketing jurídico?

Marketing, seja ele jurídico ou não, não é como uma fórmula de bolo onde se deve seguir etapas específicas para chegar a um resultado, mas alguns passos são necessários:

Definir o público-alvo

É preciso saber para quem você quer vender para que as ações de marketing possam ser focadas. É essencial saber como se comunicar com esse público e saber falar a linguagem deles para que as mensagens não sejam apenas entregues ao seu público, sem eficácia alguma.

Entender quais são as dores do seu potencial cliente, o que o incomoda e suas necessidades é a melhor forma de fazer com que a sua mensagem seja lida e absorvida por ele.

Ajuste a sua comunicação

Talvez esse seja um dos pontos cruciais no marketing jurídico, pois o mercado advocatício tem seus próprios termos e jargões, mas os clientes não pertencem a esse meio e na maior parte das vezes não entendem a mensagem que está sendo transmitida por uma questão de conhecimento.

Neste mercado se faz necessário simplificar todo o conhecimento e entregar de uma forma descomplicada aos seus ouvintes.

Tenha um objetivo

Para saber se o que está sendo feito está sendo eficaz é necessário saber onde se quer chegar.

É comum empresas começarem a investir em marketing sem um foco definido e isso pode fazer com que o investimento seja uma frustação, pois sem essa definição, o marketing fica aberto para trabalhar diversas frentes.

Encontre seu público-alvo

Tão importante quanto os passos anteriores, é necessário saber quais são os meios de contato com seu público-alvo. Hoje me dia são diversos meios que podem ser utilizados para estabelecer essa comunicação:

  • Canais de vídeo, como YouTube, TikTok, Vimeo, DailyMotion, Twitch e outros.
  • Canais de relacionamento: como Facebook, LinkedIn, WhastApp, Telegram e outros.
  • Canais de imagens: como Instagram, Pinterest e outros.
  • Canais de áudio: como podcasts do Spotify, SoundCloud, Apple Podcasts, Google Podcasts, CastBox, Deezer e outros.
  • Canais de texto: como blogs (seja próprio ou de terceiros), portais de notícias e outros.

Além de utilizar os meios corretos de se comunicar com seu público, é importante ter em mente que é preciso ter um mix de marketing, ou seja, atingir esse público através de diversas formas, em diversos canais.

Estabeleça um orçamento

Além dos valores envolvidos nos serviços de marketing, provavelmente essa estratégia também utilizara de meios pagos para que o conteúdo criado tenha uma melhor dispersão. É importante ter todos esses valores claros e qual a finalidade deles, assim você consegue seguir para o próximo passo.

Medir resultados

Com objetivos e orçamentos definidos podemos saber se as ações estão sendo efetivas e se devem ou não ser alteradas.

Toda e qualquer ação e campanha de marketing tem a chance de não alcançar os objetivos definidos, mas, pelo lado positivo, quando os resultados não são satisfatórios, isso é um indicador de que algo está errado e pode ser melhorado.

Diversos fatores podem ser responsáveis por um desempenho não satisfatório de uma campanha, afinal marketing não é algo tão simples. Ainda assim, as plataformas oferecem diversos dados que ajudam a indicar onde pode estar o problema e assim ações podem ser tomadas para correção. Da mesma forma que esses dados podem melhoras ações não satisfatórias, as mesmas devem ser utilizadas em ações com bons resultados a fim de melhorá-las ainda mais.

Onde devo investir?

Ao mesmo tempo que essa é a principal pergunta, é o tipo de pergunta complicada de se responder.

Para podermos definir qual a melhor forma de investir é necessário ter todo um embasamento dos tópicos anteriores e muitas informações de mercado e informações do próprio advogado ou escritório de advocacia.

Cada empresa tem as suas limitações e investir em marketing demanda o comprometimento não apenas da agência de comunicação que cuidará das estratégias de marketing jurídico, mas também do próprio cliente em dispor de informações e conteúdos específicos do escritório para que assim seja alcançada a autoridade necessária para que o seu negócio se destaque no mercado.

Principais estratégias

Tenha foco

Delimite sua área de atuação, tanto de acordo com sua área de atuação quanto a área geográfica que consegue atender. Saiba quais são as limitações da sua prestação de serviço e tenha isso bem claro no momento de traçar a sua estratégia.

Defina a sua principal atividade

Provavelmente você e seu escritório devem trabalhar em mais de uma área jurídica, mas é importante definir as prioridades para que os esforços de marketing possam ser focados e assim garantir um melhor resultado.

Se ainda assim você preferir se posicionar como um escritório full service, busque trabalhar a imagem do escritório para que o cliente veja toda a capacidade da sua equipe em resolver problemas nas mais diferentes áreas. Trabalhe conteúdos de qualidade para cada uma das áreas.

Saiba como utilizar seu site

Foque a estratégia em levar o possível cliente até o seu site e utilize esse meio como uma vitrine. Mostre seus serviços de forma a encantar o cliente e engrandecer seu trabalho. Mostre sua metodologia, seus valores morais e de ética e seja convidativo para que o cliente entre em contato com você.

Invista em um site de qualidade, que seja responsivo (adaptável aos diferentes tamanhos de tela de computadores/smartphones), com um design moderno que seja a cara do seu escritório. Também é importante que as técnicas de SEO on-page (Search Engine Optimization) sejam presentes para que seu site seja indexado pelos buscadores, como o Google, e possa atrair mais clientes. Essas técnicas também podem ser aplicadas ao conteúdo do seu blog, potencializando ainda mais essa estratégia.

A aparência importa

O marketing jurídico vai além de apenas estratégias de comunicação mais obvias. É importante que, da mesma forma que seu site e redes sociais sejam impecáveis, sua apresentação pessoal deva seguir o mesmo padrão.

Busque padronizar o atendimento e prestação de serviço. Invista em treinamentos para você e sua equipe. Agregue qualidade em cada etapa do seu trabalho, isso pode ser o seu diferencial na hora de ser encolhido entre a concorrência.

Bônus: A dica de ouro

Tire dúvidas e preste pequenas consultorias sem esperar que as pessoas contratem seus serviços.

Parece ser um ponto que vai contra tudo que foi explicado nesse texto, mas é algo importante para o crescimento de um escritório de advocacia e, principalmente, um advogado autônomo.

Faça parte de grupos de discussão da sua área e responda pequenas dúvidas que sejam da sua área de conhecimento e trabalho. Apresente-se como advogado, mostre que tem conhecimento na área e preste uma resposta verdadeira e simples. Ponha-se à disposição.

Essa é uma ótima forma de alavancar e mostrar a sua autoridade e conhecimento no assunto. Além da chance de conseguir fechar um negócio naquele momento, esse tipo de relacionamento cria empatia entre o possível cliente e o advogado, que ainda pode tornar-se um cliente no futuro.

É possível que você esteja pensando algo como “Se eu der a resposta de graça, ele não vai querer contratar meus serviços”, mas isso não é uma verdade. Pode ocorrer dos casos não precisarem de um advogado e esses são os casos que, de fato, você não tem chance de pegar. Se o caso for algo onde é necessário o serviço de um advogado, você está se predispondo a ajudar esse possível cliente e colocando-o mais próximo de fechar um negócio com você.

As chances desse possível cliente entrar em contato com um advogado que já contribuiu com o caso gratuitamente de alguma forma é muito maior do que a chance de um advogado que apenas informou seu contato, ou pior, que nem comentou o caso.

Resumo…

Apesar das restrições, o mercado jurídico possui formas interessantes de atrair novos clientes para escritórios de advocacia e advogados autônomos. Seu foco principal deve ser na produção de conteúdo de qualidade e que atraia seu público-alvo.

Esteja presente em diferentes canais e mantenha um padrão de atendimento e prestação de serviço. Leve seu público até seu site e encante ele com um site moderno e que transmita todos os valores que a sua marca tem.

Lembre-se que marketing jurídico é conteúdo e relacionamento – responda as pessoas sempre que possível e se puder, produza artigos e publicações tanto para o seu blog quanto para blog de terceiros.

Além de demandar um grande conhecimento para desenvolver uma estratégia de marketing jurídico eficaz, para que os investimentos tenham resultado é preciso ter uma equipe qualificada e pronta para agir conforme as eventuais necessidades e ajustes necessários nas ações de marketing jurídico, por isso é importante ter uma agência de comunicação pronta para suprir essas necessidades, assim deixando que você, advogado, tenha tempo para cuidar da sua área de expertise.

Marketing jurídico pode ser algo complicado de se desenvolver, ainda mais com as tarefas do dia a dia que fazem um escritório de advocacia funcionar. A NOMAD – Agência de Comunicação é uma agência capaz de ajudá-lo a desenvolver e aplicar uma estratégia de marketing jurídico eficaz.

Somos um agência full service, ou seja, auxiliamos você a ter uma estratégia completa sem a necessidade da contratação de diversos prestadores de serviços. Conte com uma agência de comunicação comprometida com o crescimento do seu escritório de advocacia, ao mesmo tempo que o desafoga de atividades que não são pertinentes a um escritório de advocacia.

Entre em contato e saiba mais sobre como podemos ajudar seu escritório de advocacia a crescer ainda mais!